Relatório de Gestão Fiscal

Doações

Revista

Projeto de Expansão

Notícias

Defensoria lança campanha em celebração ao Dia Internacional da Mulher Negra Latino-Americana e Caribenha

AddThis Social Bookmark Button

A Defensoria Pública do Estado de Goiás (DPE-GO), a fim de contribuir com a representatividade da população negra, lançou, na última terça-feira (21/07), uma campanha comemorativa na qual visa celebrar o Dia Internacional da Mulher Negra Latino-Americana e Caribenha. Com o mote Respeito, representatividade e reconhecimento, a ação tem por objetivo amplificar a voz da mulher negra, além de ajudar a propagar e reforçar o valor da data, celebrada em 25 de julho. A ação é realizada a partir das redes sociais da DPE-GO publicações referentes à comemoração da data e divididas em dois momentos: a minissérie, composta por depoimentos de mulheres negras, e a exposição virtual, com artes inéditas, e produzidas por artistas negras convidadas, que explorem a temática central a nível regional.

 


A campanha é realizada entre os dias 21 a 25 de julho, sendo executada por meio das redes sociais da Defensoria, contando com vídeos, cartelas, minisséries e exposição virtual, com destaque para a divulgação da data comemorativa. A minissérie é constituída por cinco episódios contendo o depoimento de mulheres negras discorrendo sobre suas lutas diárias. Já a exposição virtual conta com artistas negras, convidadas pela Defensoria Pública, para criar conteúdo inédito e expostos virtualmente nas redes sociais institucionais.


O Dia Internacional da Mulher Nega Latino-Americana tem origem em 1992, quando ocorreu o primeiro encontro entre mulheres negras latinas e caribenhas, que reuniu representantes de grupos feministas para discutir a interseccionalidade da luta contra o machismo e o racismo. A partir desse encontro, nasceu a Rede de Mulheres Afro-latino-americanas e Afro-Caribenhas, a qual lutou junto à Organização das Nações Unidas para reconhecimento da data 25 de julho como Dia Internacional da Mulher Negra Latino-Americana e Caribenha.

 

Matheus Reis - estagiário voluntário, sob supervisão de Tatiane Pimentel